Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9354
Título: Diferentes métodos de secagem e horários de colheita para o rendimento de óleo essencial de Varronia curassavica Jacq
Título(s) alternativo(s): Different dryng methods and harvest time over the essential oil production of Varronia curassavica
Autor(es): Bosse, Marco Antonio
Orientador(es): Marchese, José Abramo
Palavras-chave: Plantas medicinais
Essências e óleos essenciais
Matéria médica vegetal
Medicinal plants
Essences and essential oils
Materia medica, vegetable
Data do documento: 7-Nov-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: BOSSE, Marco Antonio. Diferentes métodos de secagem e horários de colheita para o rendimento de óleo essencial de Varronia curassavica Jacq. 2017. 51 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2017.
Resumo: Varronia curassavica é uma planta medicinal nativa do Brasil, com ocorrência e em quase todo o territorial nacional, sendo popularmente utilizada como antinflamatória, antiúlcera, analgésica e cicatrizante. Essas propriedades se devem principalmenten pela presença de α-humuleno e trans-cariofileno no óleo essencial extraído das folhas. Grande parte da produção agrícola de V. curassavica é destinada para atender à demanda de óleo essencial destinado à fabricação do Acheflan®, produzido pela empresa brasileira Aché Laboratórios Farmacêuticos. Porém, um grande desafio relacionado ao uso de plantas medicinais e aromáticas é a obtenção de produtividade estável, uma vez que a produção de princípios ativos tem grande variação nas diferentes regiões do País, justificando desta forma, a realização de estudos para aperfeiçoar os processos de colheita e secagem e torná-los mais eficientes, potencializando a produção e a qualidade do óleo essencial. Desse modo, o objetivo deste trabalho foi determinar o melhor método de secagem e horário ideal de colheita de V. curassavica, visando otimização do rendimento. No experimento para determinação do melhor método de secagem, foi utilizado o delineamento experimental inteiramente casualizado, com três tratamentos e seis repetições. Os tratamentos constituíram extração de óleo de plantas submetidas a diferentes métodos de secagem: em casa de vegetação (secagem natural); em secador com circulação de ar forçado a 40 ºC até massa constante (secagem artificial), além do controle (sem secagem). Para o experimento que objetivou avaliar o melhor horário de colheita, foi adotado o delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos que corresponderam aos horários de colheitas (6, 9, 12, 15, 18h) com cinco repetições. A determinação do rendimento do óleo essencial foi realizada pelo processo de hidrodestilação em aparelho do tipo Clevenger, usando balão volumétrico de 1 L, acrescido de 350 mL de água destilada e 50 g de material vegetal íntegro, por período de 120 minutos. A separação e quantificação (método de normalização de área) das substâncias presentes no óleo essencial foram realizadas em cromatografia em fase gasosa acoplada a espectrometria de massas (CG-EM) com a utilização de padrões cromatográficos. O maior rendimento de óleo essencial foi obtido através da secagem natural (0,51 % B.S.), não diferindo significativamente (p<0,05) entre os métodos de secagem utilizados. O horário de colheita com o qual se obteve maior rendimento de óleo essencial foi às 18:00 horas (0,76%), o qual não diferiu estatisticamente (p<0,05) dos horários 12:00 e 15:00 horas. O menor teor de óleo essencial (0,35%) foi obtido quando a coleta das folhas foi realizada às 6:00 horas. Os maiores teores de α-humuleno e trans-cariofileno foram obtidos no horário das 9:00 horas.
Abstract: Varronia curassavica is native medicinal plant form Brazil, being present in almost all region of the country. It is commonly used by its anti-inflammatory, analgesic and healing properties. These properties are mainly due to the presence of α-humulene and trans-Cariophyllene on the essential extracted from the leaves. Most of the V. curassavica production is for the manufacturing of the medicine Acheflan® by the Brazilian company Aché Laboratórios Farmacêuticos. However, it is very challenging to produce medicinal plants once the production of the active compounds is different for each cultivation environment, being necessary more studies in order to improve the harvesting and drying processes. Thus, the study aimed to determine the best drying method and harvest time for Varronia curassavica to optimize the essential oil yielding. For the drying experiment, three drying methods were evaluated (drying oven at 40ºC; ambient temperatures and control) with six replications per treatment. For the harvest time experiment, six harvest time were evaluated (6, 9, 12, 15, 18 e 21h) with five replications per treatment. In both experiments was used the completely randomized design. The essential oil yielding was determined through hidrodestilation, using a Clevenger device. There was not statistical difference between the drying methods tested regarding the essential oil production. The best harvest time was at 6:00pm (0,76%), which did not statistical differ from 12:00h and 15:00h. The lowest essential oil content (0.35%) was obtained when the leaves were collected at 6:00 am. The highest levels of α-humulene and trans-caryophyllene were obtained at 9:00 a.m.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9354
Aparece nas coleções:PB - Agronomia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_COAGR_2017_1_02.pdf
  Disponível a partir de 5000-01-01
475,58 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.