Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9534
Título: Análise econômica da inserção de sistemas fotovoltaicos residenciais conectados à rede para uma concessionária de energia elétrica
Título(s) alternativo(s): Economic analysis of the insertion of photovoltaic systems connected to the grid for an electric power utility
Autor(es): Machado, Raphael Henrique Soares
Orientador(es): Américo, Jonatas Policarpo
Palavras-chave: Sistemas de energia fotovoltaica
Serviços de eletricidade - Tarifas
Energia elétrica - Consumo
Photovoltaic power systems
Electric utilities - Rates
Electric power consumption
Data do documento: 20-Nov-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: MACHADO, Raphael Henrique Soares. Análise econômica da inserção de sistemas fotovoltaicos residenciais conectados à rede para uma concessionária de energia elétrica. 2017. 106 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2017.
Resumo: A partir do ano 2000 se observou um movimento internacional de sustentabilidade energética em países desenvolvidos utilizando as novas fontes energéticas renováveis (eólica, fotovoltaica). O Brasil a partir de 2012 se consolidou neste contexto baseado na Resolução Normativa (REN) 482/2012 publicado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Com o objetivo garantir a distribuidora de energia elétrica o equilíbrio racional dos pilares de modicidade tarifária, qualidade de serviço e sustentabilidade econômico-financeira, a ANEEL deu início as várias publicações técnicas sobre o impacto da geração distribuída em conjunto com as novas fontes renováveis para o sistema elétrico brasileiro. A Nota Técnica (NT) 17/2015, fundamentada na REN 482 e publicada pela ANEEL, avaliou o impacto regulatório da inserção de sistemas fotovoltaicos conectados à rede para as distribuidoras. Esta pesquisa, balizada na NT 17/2015, apresenta uma análise teórico-conceitual do impacto econômico de sistemas fotovoltaicos residenciais conectados à rede para a concessionária Copel. O estudo fez uso do Modelo de Bass (projeção do número de domicílios), da Metodologia Multi-Índice Ampliada (avaliação financeira do sistema fotovoltaico) e da Metodologia de Reajuste Tarifária Anual (mensuração do impacto financeiro global na tarifa de energia elétrica). Como resultados obteve-se a projeção da adesão de 23 mil domicílios com uma potência de 69 MWp capaz de gerar 101 GWh/ano até 2024. O reajuste global da tarifa projetado foi 0,392% em contraste com 0,21% da Nota Técnica 17/2015 da ANEEL para a receita requerida pela Copel ao final de 2024. Constata-se um baixo impacto final quando comparado com as próprias perdas (técnicas e não técnicas) do sistema elétrico.
Abstract: Since 2000, an international energy sustainability movement has been observed in developed countries using the new renewable energy sources (wind, photovoltaic). Brazil as of 2012 has consolidated in this context based on Normative Resolution (REN) 482/2012 published by the National Agency of Electric Energy (ANEEL). In order to guarantee the electric energy distributor the rational balance of the pillars of tariff quality, service quality and economic and financial sustainability, ANEEL has initiated the various technical publications on the impact of the distributed generation together with the new renewable sources for the Brazilian electrical system. The Technical Note (NT) 17/2015, based on REN 482 and published by ANEEL, evaluated the regulatory impact of the insertion of photovoltaic systems connected to the grid for distributors. This research, based on NT 17/2015, presents a theoretical-conceptual analysis of the economic impact of residential photovoltaic systems connected to the grid for the Copel concessionaire. The study made use of the Bass Model (projection of the number of households), the Multi-Index Expanded Methodology (financial evaluation of the photovoltaic system) and the Annual Tariff Adjustment Methodology (measurement of the overall financial impact on the electricity tariff). As a result, 23,000 households with a power of 69 MWp were able to generate 101 GWh / year until 2024. The projected tariff readjustment was 0.392% in contrast to 0.21% of Technical Note 17 / 2015 for the revenue required by Copel at the end of 2024. A low final impact is observed when compared to the technical and non-technical losses of the electricity.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9534
Aparece nas coleções:PB - Engenharia Elétrica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_COELT_2017_2_23.pdf1,74 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.