Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9538
Título: Aplicação in-situ de persulfato de sódio para oxidação de BTEX em áreas contaminadas por hidrocarbonetos derivados do petróleo
Título(s) alternativo(s): Sodium persulfate in situ aplication for BTEX oxidation in oil contaminated groundwater
Autor(es): Ritser, Douglas Renan
Battistini, Felipe
Orientador(es): Machado, Alessandro Feitosa
Palavras-chave: Solos - Poluição por óleo
Águas subterrâneas
Benzeno
Tolueno
Oxidação
Oil polluition of soils
Groundwater
Benzene
Toluene
Oxidation
Data do documento: 17-Jun-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: RITSER, Douglas Renan; BATTISTINI, Felipe. Aplicação in-situ de persulfato de sódio para oxidação de BTEX em áreas contaminadas por hidrocarbonetos derivados do petróleo. 2016. 57 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Tecnologia em Processos Ambientais) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2016.
Resumo: O aumento mundial de produção de petróleo e de seus derivados levou também ao aumento de áreas contaminadas pelos mesmos produtos. Através de derramamentos, vazamentos ou acidentes ocorre a contaminação do solo e da água subterrânea por compostos com elevados índices tóxicos e carcinogênicos como os BTEX (Benzeno, Tolueno, Etilbenzeno e Xilenos). O presente trabalho teve como objetivo avaliar uma das técnicas utilizadas por uma empresa que atua na remediação de áreas contaminadas. A técnica avaliada é a Oxidação Química In-Situ, que através da aplicação de solução de Persulfato de Sódio na área contaminada, promove a degradação de BTEX via Processos Oxidativos Avançados. Através da amostragem de água subterrânea foi identificada uma área contaminada de aproximadamente 880 m², com concentrações variando entre 14,62 e 20.268,35 µg/L, totalizando uma massa de 218,22 kg de contaminante a ser oxidada. Considerando-se também os índices de matéria orgânica e demanda química do solo, foi determinada uma massa de 984,58 kg de Persulfato de Sódio necessária para se alcançar a degradação dos contaminantes e remediar a área. Foi realizada a aplicação de 6.600 L de solução de persulfato de sódio a 15%, totalizando 1.000 kg de oxidante. Após nova amostragem de água subterrânea na área, foi observada uma redução média de 72,08% nas concentrações dos contaminantes na área. A partir dos resultados, a técnica utilizada provou ser eficiente na degradação de BTEX em água subterrânea. No entanto, não foi possível alcançar a degradação total dos contaminantes. Avalia-se que o método de remediação utilizado pela empresa atuante, embora efetivo, deve caracterizar mais parâmetros da área para melhor estimativa na massa de oxidante, evitando assim, a necessidade de aplicações adicionais de oxidante.
Abstract: The worldwide increase in oil production and its derivatives also led to increase in areas contaminated by the same products. Through spills, leaks or accidents soil contamination occurs and groundwater by compounds with high toxic and carcinogenic indexes as BTEX (Benzene, Toluene, Ethylbenzene and Xylenes). This study aims to evaluate one of the techniques used by a company engaged in the remediation of contaminated areas. The technique is evaluated Chemical Oxidation In-Situ, that by sodium persulfate solution application in the contaminated area, promotes the degradation of BTEX via Advanced Oxidation Processes. Through groundwater sampling was identified a contaminated area of about 880m² with concentrations ranging between 14.62 and 20268.35 µg.L-1, a total weight of 218.22 kg of dopant is to be also oxidized .Considering the contents of organic matter and chemical demand of the soil was determined by a mass of 984.58 kg of sodium persulfate needed to achieve degradation of contaminants and remediate area. applying 6,600 L of 15% sodium persulfate solution, totaling 1,000 kg of oxidant. After new groundwater sampling in the area was observed an average reduction of 72.08% in contaminant concentrations in the area. From the results of the technique proved to be efficient in the degradation of BTEX in groundwater. However, it was not possible to achieve total degradation of contaminants. It is estimated that remediation method although effective by acting company must further characterize area parameters to best estimate the mass oxidants, thus avoiding the need for additional oxidant applications.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9538
Aparece nas coleções:CT - Tecnologia em Processos Ambientais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COAMB_2016_1_3.pdf4,22 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.