Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9563
Título: Avaliação da ecotoxicidade aguda de extratos brutos de Microcystis aeruginosa em Danio rerio através de biomarcadores bioquímicos e genético
Título(s) alternativo(s): Acute ecotoxicity evaluation of extracts of gross Microcystis aeruginosa in Danio rerio (zebrafish) using biochemical and genetic biomarkers
Autor(es): Silva, Juliana de Carvalho
Orientador(es): Freitas, Adriane Martins de
Palavras-chave: Cianotoxinas
Peixes
Toxicologia ambiental
Química
Cyanobacterial toxins
Fishes
Environmental toxicology
Chemistry
Data do documento: 7-Dez-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: SILVA, Juliana de Carvalho. Avaliação da ecotoxicidade aguda de extratos brutos de Microcystis aeruginosa em Danio rerio através de biomarcadores bioquímicos e genético. 2016. 62 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Química) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2016.
Resumo: Florações de cianobactérias representam um dos principais riscos à saúde pública e ambiental devido à possibilidade destes organismos liberarem cianotoxinas após alise celular. As cianotoxinas mais encontradas são as microcistinas, produzidas principalmente pela espécie Microcystis aeruginosa, sendo a microcistina-LR a mais comumente encontrada e a mais tóxica. O presente estudo teve como objetivo avaliar a ecotoxicidade aguda de extratos brutos (com e sem meio de cultivo ASM-1) de Microcystis aeruginosa em peixes da espécie Danio rerio. A quantificação de MCLR foi realizada por CLAE-DAD, e as concentrações encontradas foram: 81,66 µg∙L-1 no extrato com meio ASM-1 e de 20,60 µg∙L-1 no extrato sem meio ASM-1. Os peixes foram expostos aos extratos por via hídrica durante 48 horas (sistema estático). Após este período, amostras de sangue e do corpo dos animais (exceto a cabeça) foram coletadas e os efeitos ecotoxicológicos avaliados em função das alterações de biomarcadores bioquímicos e genético. A atividade enzimática de glutationa-S-transferase (GST) nos grupos expostos às concentrações de MC-LR mostrou-se significativamente menor que o grupo controle, o que indica uma inibição da atividade e uma relação de causa-efeito com a cianotoxina presente nos extratos brutos. Comparando os dois grupos de exposição, foi verificada uma redução mais elevada da atividade na maior concentração de MC-LR (81,66 µg∙L-1), o que corrobora com estudos que também observaram inibição da atividade de GST em maiores concentrações analisadas de MC-LR. Para glutationa reduzida (GSH) os grupos expostos às concentrações de MC-LR, presentes nos extratos brutos, não apresentaram diferença estatística significativa em relação ao grupo controle. No ensaio cometa, os escores obtidos nos grupos expostos a MC-LR não apresentaram diferença significativa entre eles e em relação ao controle.
Abstract: Cyanobacterial blooms represent one of the biggest issues related to environmental impact and public health due to the release of cyanotoxins after cell lysis. The most found cyanotoxins are microcystins produced by Microcystis aeruginosa, being microcystin-LR the most commom and toxic type. This study aims to evaluate the acute ecotoxicity of crude extracts (with and without ASM-1 medium) of Microcystis aeruginosa in Danio rerio fish specie. To quantify MC-LR the method used was HPLC-DAD and the concentrations found were: 81,66 µg∙L-1 in the extract with ASM- 1 medium and 20,60 µg∙L-1 in the extract without the ASM-1 medium. The fishes were exposed to the extracts by waterway for 48 hours (static system). After that, the blood and body samples (except the head) were collected and the ecotoxicological effects evaluated according to changes of biochemical and genetic biomarkers. The glutathione-S-transferase (GST) enzymatic activity in groups exposed to MC-LR was significantly lower when compared to the control group indicating an inhibition of the activity possibly related to the cyanotoxin in the crude extracts. Comparing the two exposed groups the decrease of activity was more pronounced in higher concentrations of MC-LR (81,66 µg∙L-1), in agreement with similar studies about inhibition of GST activity in high concentrations of MC-LR. For the glutathione reduced (GSH), the groups exposed to MC-LR in the crude extracts, did not show significant statistic difference comparing to the control group. In the comet assay, the scores obtained were compared among groups and between groups and control group and no significant difference was observed.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9563
Aparece nas coleções:CT - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COQUI_2016_2_04.pdf1,71 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.