Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9568
Título: Análise de compostos fenólicos e avaliação da atividade antioxidante de extratos hidroalcoólicos de basidiomicetos
Título(s) alternativo(s): Analysis of phenolic compounds and evaluation of antioxidant activity of hydroalcoholic extracts of basidiomycetes
Autor(es): Silva, Rodrigo Bacila Borges da
Orientador(es): Maciel, Giselle Maria
Palavras-chave: Cogumelos
Compostos bioativos
Fenóis
Antioxidantes
Química
Mushrooms
Bioactive compounds
Phenols
Antioxidants
Chemistry
Data do documento: 28-Nov-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: SILVA, Rodrigo Bacila Borges da. Análise de compostos fenólicos e avaliação da atividade antioxidante de extratos hidroalcoólicos de basidiomicetos. 2016. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Química) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2016.
Resumo: Extratos de cogumelos têm recebido atenção por sua acessibilidade, segurança e promoção da saúde. Este projeto teve como objetivo principal o cultivo de basidiomicetos para a extração de compostos bioativos em soluções hidroalcoólicas e avaliação da atividade antioxidante dos extratos, bem como a avaliação de diferentes condições de extração e armazenamento sobre a quantidade de compostos fenólicos presentes. Para tal, foram avaliadas soluções com diferentes proporções etanol/água e concentrações soluto/solvente através de um delineamento experimental, fatorial 3x2. A biomassa fúngica foi primeiramente liofilizada para posteriormente ser submetida à extração hidroalcoólica. Os extratos foram testados para se avaliar o teor de compostos fenólicos totais, bem como o decaimento dos mesmos após 24h de armazenamento. Eles foram avaliados quanto à presença de compostos fenólicos totais pelo método de Folin-Ciocalteu e a atividade antioxidante foi determinada pelos métodos de ABTS [2,2'-azino-bis(3-etilbenzotiazolina-6-ácido sulfônico)] e DPPH [2,2-difenil-1-picrilhidrazila]. O cogumelo Pleurotus ostreatus apresentou maior quantidade de compostos fenólicos extraídos de sua matriz, com um valor de 2,34% de sua massa seca, ou 23,40 mg Equivalentes de Ácido Gálico por g de amostra seca. A atividade antioxidante do Pleurotus ostreatus também foi a maior observada, com um valor de 28% de inibição do radical DPPH e 38% de inibição do radical ABTS. O cogumelo cujo extrato teve o menor índice de decaimento para seus compostos fenólicos foi o Pleurotus djamor. O cogumelo Pleurotus ostreatus, embora tenha apresentado o maior teor de fenólicos, também apresentou o maior nível de decaimento com o tempo.
Abstract: Mushroom extracts have received attention for their accessibility, safety and health promotion. This project aimed for the cultivation of basidiomycetes for the extraction of bioactive compounds in hydroalcoholic solutions and evaluation of the extracts’ antioxidant activity, as well as the evaluation of different extraction conditions and storage on the amount of phenolic compounds present. For this, solutions were evaluated with different proportions of ethanol/water and solute/solvent through an experimental delineation, 3x2 factorial. The fungal biomass was first lyophilized to be later subjected to water-alcohol extraction. The extracts were tested to evaluate the content of phenolic compounds, as well as their decay after 24 hours of storage. They were evaluated for the presence of phenolic compounds by the Folin-Ciocalteu method and their antioxidant activity was determined by ABTS [2,2'-azino-bis(3- ethylbenzothiazoline-6-sulphonic acid)] and DPPH [2,2-diphenyl-1-picrylhydrazyl] radical scavenging. The Pleurotus ostreatus mushroom showed the highest amount of phenolic compounds extracted from its matrix, with a value of 2,34% of its dry weight, or 23,40 mg Gallic Acid Equivalents per g of dry sample. The antioxidant activity of Pleurotus ostreatus was also the highest observed, with a value of 28% DPPH radical inhibition and 38% ABTS radical inhibition. The mushroom extract which had the lowest decay to its phenolic compounds was the Pleurotus djamor mushroom, whilst the Pleurotus ostreatus mushroom, although having shown the highest phenolics content, also showed the highest decay over time.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9568
Aparece nas coleções:CT - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COQUI_2016_2_09.pdf1,5 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.