Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9572
Título: Biossorção de sulfametoxazol em bagaço de cana-de-açúcar
Título(s) alternativo(s): Biosorption of sulfamethoxazole in sugarcane bagasse
Autor(es): Jesus, Priscilla Syring de
Orientador(es): Maciel, Giselle Maria
Palavras-chave: Bagaço de cana
Antibióticos
Água - Purificação
Química
Bagasse
Antibiotics
Water - Purification
Chemistry
Data do documento: 30-Nov-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: JESUS, Priscilla Syring. Biossorção de sulfametoxazol em bagaço de cana-de-açúcar. 2016. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Química) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2016.
Resumo: O consumo mundial de fármacos, como os antibióticos, vem aumentando gradativamente e com isso a sua ocorrência em efluentes, águas subterrâneas e superficiais e lodos de estações de tratamento, afetando diretamente na qualidade das águas e em consequência na saúde humana e animal. O Sulfametoxazol, antibiótico quimioterápico de atividade antimicrobiana de amplo espectro, é um fármaco consumido mundialmente e é encontrado frequentemente nos lodos de estações de tratamento, o que indica que são resistentes aos processos de tratamento biológicos usuais. Uma alternativa para a remoção desses poluentes dos ambientes aquáticos é a biossorção que consiste na adsorção de substâncias presentes em soluções aquosas em materiais biológicos (biossorventes), o qual ocorre pela ligação dos íons dos sorbatos nos grupos funcionais presentes nos biossorventes. Essa é uma técnica atraente pois evita a geração de metabólitos tóxicos e apresenta baixo custo, visto que pode-se usar materiais biológicos residuais de indústrias. Considerando o disposto acima, o objetivo deste trabalho foi separar o fármaco sulfametoxazol de soluções aquosas através da biossorção para a sua separação e recuperação a partir da fase aquosa. Bagaço de cana-de-açúcar foi aplicado como biossorvente. A remoção do fármaco da solução aquosa foi analisada espectrofotometricamente por varredura na região do UV-Vis, no comprimento de onda de 268 nm. O objetivo do projeto foi alcançado satisfatoriamente nos valores de pH de 2,0 e 9,0, onde a taxa de remoção foi de 75 e 59% respectivamente, sendo que a biossorção teve maior eficiência na concentração inicial de sulfametoxazol mais baixa (10 mg.g-1). As características e possíveis mecanismos de interação entre o biossorvente e o fármaco foram estudados por espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier (FTIR) do bagaço de cana antes e depois o processo de biossorção, onde não foram observadas muitas mudanças, mas foi possível observar que há uma interação entre o fármaco e o biossorvente.
Abstract: World consumption of drugs such as corticosteroids and antibiotics is increasing and with that its occurrence in wastewater, groundwater and surface water and sludge treatment plants, directly affecting the quality of water and consequently on human and animal health. Sulfamethoxazole, chemotherapeutic antibiotic of broad spectrum antimicrobial activity, are consumed drugs worldwide and are frequently found in the sludge treatment plants, suggesting that they are resistant to usual biological treatment processes. An alternative for the removal of contaminants in aquatic environments is the biosorption, the adsorption of substances in aqueous solutions in biological materials (biosorbents), which occurs by the binding of the ions of sorbates in functional groups present in biosorbents. This technique is attractive because it avoids the generation of toxic metabolites, and is inexpensive, since one can use biological material waste of industries. Considering the above-mentioned, the objective of this study to separate the pharmaceutical sulfamethoxazole of aqueous. Sugarcane bagasse will be applied as biosorbent. Removal of the drug from the aqueous solution was analyzed spectrophotometrically by scanning the UV-Vis region at the wavelength of 268 nm. The objective of the project was satisfactorily achieved at pH values of 2.0 and 9.0, where the removal rate was 75 and 59% respectively, and the biosorption had a higher efficiency in the initial lower sulfamethoxazole concentration. The characteristics and possible mechanisms of interaction between the biosorbent and the drug were studied by Fourier transform infrared spectroscopy (FTIR) of sugarcane bagasse before and after the biosorption process, where many changes were not observed, but it was possible to observe that There is an interaction between the drug and the biosorbent.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9572
Aparece nas coleções:CT - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COQUI_2016_2_13.pdf903,72 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.