Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9862
Título: Produção de etanol a partir do resíduo da batata proveniente da indústria alimentícia
Título(s) alternativo(s): Production of ethanol from potato residue from the food industry
Autor(es): Barros, Plínio de Souza
Blum, Rafael Pereira
Orientador(es): Ayala, Luis Alberto Chavez
Palavras-chave: Álcool
Batata
Hidrólise
Alcohol
Potatoes
Hydrolysis
Data do documento: 14-Jun-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Ponta Grossa
Referência: BARROS, Plínio de Souza; BLUM, Rafael Pereira. Produção de etanol a partir do resíduo da batata proveniente da indústria alimentícia 2018. 38 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Engenharia Química) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2018.
Resumo: O Álcool etílico é uma fonte de energia limpa e renovável de grande importância para a economia brasileira, sua utilização vem desde a década de 70 devido à expansão canavieira. Devido a crescente preocupação ambiental e a redução de desperdício de alimentos, o álcool produzido no Brasil deixou de ser proveniente exclusivamente da cana-de-açúcar e houve necessidade de buscar outros meios para sua produção, como resíduos alimentícios, dentre os quais a batata. Neste trabalho, propôs-se a produção de álcool através da hidrólise com α-amilase, e consequente fermentação do resíduo de batata proveniente da indústria alimentícia. Para a hidrólise realizou-se um planejamento de experimentos variando-se o tempo, a temperatura, a razão resíduo/água e a enzima, obtendo a conversão de parte do amido presente no resíduo em açúcares fermentescíveis. Posteriormente realizou-se a fermentação do mosto através da levedura Saccharomyces Cerevisiae, onde parte dos açúcares foram convertidos em álcool, tendo como variáveis o tempo e a temperatura. O produto final apresentou 4,20 ºGL de álcool, graduação alcóolica inferior a encontrada na literatura. Sugere-se a utilização de outras cepas de leveduras para o aumento da quantidade de açúcares fermentescíveis e de técnicas para quantificar melhor o etanol no processo.
Abstract: Ethyl alcohol is a source of clean and renewable energy of great importance for the Brazilian economy, its use comes from the 1970s due to the sugarcane expansion. Due to growing environmental concern and reduction of food waste, ethanol produced in Brazil was no longer exclusively produced from sugarcane and there was a need to seek other means for its production, such as food waste, including potatoes. In this work, the production of alcohol through the hydrolysis with α-amylase, and consequent fermentation of the potato residue from the food industry, was proposed. For the hydrolysis, experiments were carried out by varying the time, temperature, residue / water ratio and the enzyme, obtaining the conversion of part of the starch present in the residue into fermentable sugars. Later, the fermentation of the wort was carried out through the Saccharomyces cerevisiae yeast, where part of the sugars were converted to alcohol, having as variables the time and the temperature. The final product presented 4.20 ºGL of alcohol, lower alcohol content than that found in the literature. It is suggested that other yeast strains should be used to increase the amount of fermentable sugars and techniques to better quantify the ethanol in the process.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9862
Aparece nas coleções:PG - Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PG_COENQ_2018_1_17.pdf1,3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.