Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9863
Título: Avaliação de modelos de caracterização de AICV para a categoria material particulado no contexto brasileiro
Título(s) alternativo(s): Evaluation of LCIA characterization models for particulate matter in the Brazilian context
Autor(es): Santos, Pollyane Natally Alino
Orientador(es): Tadano, Yara de Souza
Palavras-chave: Ciclo de vida do produto
Impacto ambiental - Avaliação
Modelos matemáticos
Product life cicle
Environmental impact analysis
Mathematical models
Data do documento: 8-Jun-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Ponta Grossa
Referência: SANTOS, Pollyane Natally Alino. Avaliação de modelos de caracterização de AICV para a categoria material particulado no contexto brasileiro. 2018. 84 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Engenharia Química) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2018.
Resumo: A Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) é uma ferramenta que tem por objetivo analisar os potenciais impactos ambientais que podem ser causados por um produto ou processo, durante todo o seu ciclo de vida. Ela é composta por quatro fases, sendo uma delas a Avaliação de Impacto do Ciclo de Vida (AICV), que converte os resultados da fase de Inventário do Ciclo de Vida (ICV) em impactos, a partir de modelos matemáticos denominados modelos de caracterização. Esses modelos são desenvolvidos especificamente para as diferentes categorias de impacto consideradas, podendo existir vários modelos para uma mesma categoria. Cabe ao praticante de ACV escolher o modelo que será utilizado. Como a maioria dos modelos foram desenvolvidos na Europa e Estados Unidos, nem sempre levam em consideração características específicas para as diferentes regiões do Brasil, mesmo os modelos que desenvolvem fatores específicos para o Brasil. Assim, em 2014 foi criada a Rede de Pesquisa em Avaliação de Impacto do Ciclo de Vida (RAICV), engajada no desenvolvimento e aprimoramento dos modelos de AICV no contexto brasileiro, sendo a formação de material particulado (MP) uma das categorias atualmente estudadas pela Rede. Portanto, o objetivo do presente trabalho foi avaliar os modelos de caracterização para a formação de material particulado, a fim de determinar o mais adequado para a realidade brasileira. A análise foi realizada a partir de 3 critérios: escopo, robustez científica e presença de fator de caracterização para o Brasil. Dentre os modelos recomendados pelo Life Cycle Assessment Compendium, publicado por Hauschild e Huijbregts (2015), selecionou-se três para serem analisados - Van Zelm et al. (2008), Humbert (2009) e Gronlund et al. (2014). Além destes, foi ainda analisado o modelo de Van Zelm et al. (2016). Os trabalhos desenvolvidos por Humbert (2009) e Gronlund et al. (2014) calcularam seus FC por arquétipos, enquanto os trabalhos desenvolvidos por Van Zelm et al. (2008 e 2016), calcularam os FC por regiões emissoras. A partir dessa análise, pôde-se concluir que, dentre os modelos de caracterização estudados, o mais adequado para utilização interinamente nos estudos de AICV no território brasileiro é o de Van Zelm et al. (2016), por ser o único que possui um fator de caracterização específico para o Brasil.
Abstract: The Life Cycle Assessment (LCA) is a tool that aims to analyze the potential environmental impacts that can be caused by a product or process, throughout its life cycle. It has four phases, one of which is the Life Cycle Impact Assessment (LCIA), which converts the results of the Life Cycle Inventory (LCI) into impacts, using mathematical models called characterization models. These models are developed specifically for the different impact categories considered, and there may be several models for the same category. It is up to the ACV applier to choose the model that will be used. As most models were developed in Europe and the United States, they do not always take into account specific characteristics for the different regions of Brazil, even the models that develop specific factors for Brazil. Thus, in 2014 the Research Network on Life Cycle Impact Assessment (RAICV) was created, committed in the development and improvement of LCIA models in the Brazilian context, with the particulate matter (PM) formation being one of the categories currently studied by the Network. Therefore, the aim of the present work was to evaluate the characterization models for particulate matter formation, in order to determine the most appropriate for the Brazilian reality. The analysis was based on 3 criteria: scope, scientific robustness and presence of characterization factor for Brazil. Among the models recommended by the Life Cycle Assessment Compendium, published by Hauschild and Huijbregts (2015), three were selected for analysis - Van Zelm et al. (2008), Humbert (2009) and Gronlund et al. (2014). In addition, the model of Van Zelm et al. (2016) was analyzed. The work developed by Humbert (2009) and Gronlund et al. (2014) calculated their CF by archetypes, while the work developed by Van Zelm et al. (2008 and 2016), calculated the CF by source and regions. From this analysis, it was possible to conclude that, among the studied characterization models, the most suitable to be used interimly in LCIA studies in the Brazilian territory is that of Van Zelm et al. (2016), as it is the only one that has a specific characterization factor for Brazil.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9863
Aparece nas coleções:PG - Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PG_COENQ_2018_1_18.pdf1,79 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.