Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9866
Título: Produção de filmes biodegradáveis a base de lignina, ágar e nanocelulose
Título(s) alternativo(s): Production of biodegradable films based on lignin, agar and nanocellulose
Autor(es): Hoffmann, Fabiana Zella
Siguel, Francielly
Orientador(es): Prestes, Rosilene Aparecida
Palavras-chave: Lignina
Embalagens
Celulose - Biodegradação
Lignin
Packaging
Cellulose - Biodegradation
Data do documento: 15-Jun-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Ponta Grossa
Referência: HOFFMANN, Fabiana Zella; SIGUEL, Francielly. Produção de filmes biodegradáveis a base de lignina, ágar e nanocelulose. 2018. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Química) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2018.
Resumo: Atualmente o grande uso de materiais provenientes do petróleo é altamente preocupante, pois estes geram graves problemas ambientais em relação ao acúmulo e poluição da natureza e por ser um recurso não renovável. Pensando nessa problemática, pesquisadores visam o desenvolvimento de materiais biodegradáveis, utilizando fontes renováveis, produzindo materiais com bom desempenho e qualidade. A lignina, além de ser o segundo maior componente pertencente à madeira, apresenta a função de proporcionar resistência a esta, e possui boas características para ser empregada em filmes biodegradáveis que possuem a função de proteger os alimentos. O objetivo desta pesquisa foi o desenvolver filmes biodegradáveis incorporando lignina e ágar, adicionando glicerol e óleo de soja como plastificantes. O planejamento experimental de mistura quinquenária auxiliou na produção dos filmes biodegradáveis, e diferentes composições de lignina e ágar foram estudadas. Para melhorar as propriedades mecânicas foi acrescentado a esses biofilmes a nanocelulose, obtendo assim diferentes resultados no módulo de elasticidade e na deformação. O melhor resultado foi obtido para a amostra com 2% de lignina, 2% de ágar e 0,06% de nanocelulose mostrando um resultado de 67% de aumento para o módulo de elasticidade em relação à amostra sem nanocelulose e em relação à deformação total obteve-se um maior valor para a amostra com 2,7% de lignina e 1,3% de ágar, com uma deformação de 44,4%.
Abstract: Today the great use of material coming from petroleum generates concerns, because it presents severe environmental problems regarding the accumulation and pollution; and for being a non-renewable resource. Regarding this issue, researchers seek the development of biodegradable materials, using renewable raw material, being that these produced materials have good performance and quality. Lignin being the second biggest wood component and for presenting the propriety of adding resistance to it, has good characteristics to be used in biodegradable films that have the purpose of prolonging food’s lifespan. The purpose of this research was to develop biodegradable films incorporating lignin, agar and glycerol as plasticizer. The experimental planning of quinquennial mixture helped in the production of biodegradable films, different compositions of lignin and agar were studied. In order to improve the mechanical proprieties, it was added to these biofilms nanocellulose, thus obtaining different results in the modulus of elasticity and deformity. The best obtained result was for the 2% sample of lignin, 2% agar and 0.06% of nanocellulose showing a result of 67% increase for the modulus of elasticity in relation the sample without nanocellulose, and regarding deformity the best values were 2,7% lignin and 1,3% agar with a 44% deformity.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9866
Aparece nas coleções:PG - Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PG_COENQ_2018_1_09.pdf1,24 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.