Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9878
Título: Biorreator controlado por arduino: uma nova proposta para o tratamento de resíduos sólidos orgânicos
Título(s) alternativo(s): Arduino controlled bioreactor: a new proposal for the treatment of organic solid waste
Autor(es): Camargos, Adonai Bruneli de
Orientador(es): Oliveira, Wellton Costa de
Palavras-chave: Compostagem
Resíduos orgânicos
Automação
Detectores
Composting
Organic wastes
Automation
Detectors
Data do documento: 6-Fev-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Francisco Beltrao
Referência: CAMARGOS, Adonai Bruneli de. Biorreator controlado por arduino: uma nova proposta para o tratamento de resíduos sólidos orgânicos. 2017. 95 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Francisco Beltrão, 2017.
Resumo: Atualmente a destinação dos resíduos sólidos urbanos tem se tornado um grande problema para a sociedade. À medida que as cidades se desenvolvem, aumenta-se a quantidade de resíduos gerada e a sua composição gravimétrica se torna mais complexa. No Brasil, 60% dos resíduos gerados nas cidades são de composição orgânica, sendo a compostagem uma forma de tratamento desses resíduos. Apesar de ser uma técnica muito antiga, uma parcela ínfima dos municípios brasileiros destinam seus resíduos orgânicos a este tipo de tratamento. Sobretudo porque a compostagem demanda grandes áreas, mão-de-obra intensiva e tempo para ocorrer de maneira eficiente. O custo das tecnologias utilizadas na compostagem pode limitar a sua concepção em cidades de pequeno e médio porte. Por isso, a proposta deste Trabalho de Conclusão de Curso é desenvolver um biorreator de baixo custo e flexibilidade operacional, controlado automaticamente através do Arduino Mega 2560, que gerencia sensores e atuadores para promover a compostagem dos resíduos orgânicos. Os parâmetros monitorados e controlados pelo sistema são teor de água, temperatura e aeração. Para isso, uma lógica de programação foi desenvolvida para gerenciar os sensores HL-69, YL-83, DS18B20 e um sensor de nível de reservatório. A partir dos dados de saída dos sensores o sistema foi programado para fazer o acionamento de um motor de passo e uma bomba hidráulica, de modo a adequar os parâmetros às suas faixas de amplitude ideais à compostagem.
Abstract: Currently, the disposal of urban solid waste has become a major problem for society. As cities develop, the amount of waste generated increases and their gravimetric composition becomes more complex. In Brazil, 60% of the waste generated in the cities is organic, with composting being a form of waste treatment. Despite being a very old technique, a small fraction of the Brazilian municipalities destine their organic residues to this type of treatment. Especially because composting demands large areas, labor intensive and time to occur efficiently. The cost of technologies used in composting can limit their design in small and medium-sized cities. Therefore, the purpose of this Course Completion Work is to develop a low-cost and operationally flexible bioreactor, automatically controlled through the Arduino Mega 2560, which manages sensors and actuators to promote the composting of organic waste. The parameters monitored and controlled by the system are water content, temperature and aeration. For this, a programming logic was developed to manage the HL-69, YL-83, DS18B20 sensors and a reservoir level sensor. From the sensor output data the system was programmed to drive a stepper motor and a hydraulic pump, in order to adapt the parameters to their optimum amplitude ranges for composting.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/9878
Aparece nas coleções:FB - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FB_COEAM_2016_2_08.pdf
  Disponível a partir de 5000-01-01
2,26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.