Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/11823
Título: Níveis de atividade física, aptidão física e coordenação motora de crianças com síndrome de Down: uma revisão sistemática
Título(s) alternativo(s): Levels of physical activity, physical fitness and motor coordination of children with Down syndrome: a systematic review
Autor(es): Souza, Bianca Lotti Moraes de
Orientador(es): Chaves, Raquel Nichele de
Palavras-chave: Down, Síndrome de
Capacidade motora
Aptidão física
Exercícios físicos
Educação física
Down syndrome
Motor ability
Physical fitness
Exercise
Physical education and training
Data do documento: 31-Out-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: SOUZA, Bianca Lotti Moraes de. Níveis de atividade física, aptidão física e coordenação motora de crianças com síndrome de down: uma revisão sistemática. 2018. 26 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Educação Física) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2018.
Resumo: A síndrome de Down (SD) é uma condição genética que afeta tanto funções cognitivas quanto ações motoras. Estudos apontam que os aspectos coordenativos de crianças com síndrome de Down são marcados por atrasos e diferenças, fato que pode estar associado a diversos fatores, a que se destacam variáveis do indivíduo, tanto físicas quanto comportamentais, como por exemplo, os níveis de aptidão física e de atividade física. Desse modo, o presente estudo teve como objetivo central descrever o perfil das crianças com SD quanto aos seus níveis de coordenação motora, de aptidão física e atividade física, e identificar as relações que se estabelecem entre tais variáveis. Foi realizada uma revisão sistemática da literatura para sintetizar os dados disponíveis utilizando as seguintes palavras-chave: “síndrome de Down”, “coordenação motora”, “atividade física” e “aptidão física”. As bases de dados utilizadas foram Web of Science, Scielo, Lilacs e PubMed. Ao final da busca e análise, nove estudos foram selecionados para esta revisão segundo os critérios de inclusão. Oito deles apresentaram delineamento transversal e um longitudinal. Para avaliação do tempo de prática de atividade física identificou-se o uso predominante de acelerômetros. A avaliação da aptidão física foi realizada por meio de baterias de teste coordenativos. Para avaliação antropométrica e de composição corporal, o uso de balanças eletrônicas, cálculo do índice de massa corporal e medição da circunferência abdominal foi reportado. Para quantificar aspectos coordenativos e das habilidades motoras observou-se a utilização de Gross Motor Function Measure-88 (GMFM-88), Pediatric Balance Scale (PBS), e Kasperczyk Visual – Point Method. Os resultados sugerem que quanto maior a idade da criança/indivíduo com síndrome de Down menor será seu nível de aptidão física. E, consequentemente, diminuirá o tempo investido na prática de atividade física, resultando no não cumprimento diário das diretrizes para prática de atividades físicas de moderada a vigorosa intensidade. No que concerne à coordenação e habilidades motoras, os resultados apontam para atrasos psicomotores, especialmente na caminhada/corrida e em habilidades permanentes. O perfil encontrado é caracterizado por baixa adesão à AF, declínios de envolvimento em AF em crianças inicialmente mais ativas.
Abstract: Down syndrome (DS) is a genetic condition that affects both cognitive functions and motor actions. Studies indicate that the coordinative aspects of children with Down syndrome are marked by delays and differences, a fact that can be associated with several factors, which highlight individual variables, both physical and behavioral, such as physical fitness levels and physical activity. Thus, the present study aimed to describe the profile of children with DS regarding their levels of motor coordination, physical fitness and physical activity, and to identify the relationships that are established between such variables. A systematic literature review was performed to synthesize the available data using the following keywords: "Down syndrome", "motor coordination", "physical activity" and "physical fitness". The databases used were Web of Science, Scielo, Lilacs and PubMed. At the end of the search and analysis, nine studies were selected for this review according to the inclusion criteria. Eight of them presented transversal and one longitudinal design. The predominant use of accelerometers was identified to assess physical activity time. The physical fitness assessment was performed by means of coordinated test batteries. For anthropometric and body composition evaluation, the use of electronic scales, calculation of body mass index and abdominal circumference measurement was reported. The Gross Motor Function Measure-88 (GMFM-88), Pediatric Balance Scale (PBS), and Kasperczyk Visual-Point Method were used to quantify coordinate and motor skills aspects. The results suggest that the greater the age of the child / individual with Down syndrome, the lower their level of physical fitness. And, consequently, it will decrease the time invested in the practice of physical activity, resulting in the daily non-compliance of the guidelines for the practice of moderate to vigorous intensity physical activities. With regard to coordination and motor skills, the results point to psychomotor delays, especially in walking / running and in permanent skills. The profile found is characterized by low adherence to FA, declines of involvement in FA in initially more active children.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/11823
Aparece nas coleções:CT - Educação Física

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COEFI_2018_2_06.pdf829,37 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.